Sindicato Comerciarios
30 de junho de 2013 às 21:20

Brasil é Tetra da Copa das Confederações 2013

 

  • Últimas42 / 58Vencedora das duas edições anteriores, a seleção estabelece assim um domínio na Copa das Confederações. O título de 2013 diante do público no próprio país se junta à galeria do futebol nacional ao lado das taças trazidas do exterior, de 1997, 2005 e 2009.
  • O Brasil descontruiu o estilo espanhol de dominar a partida, com marcação pressão na linha de intermediária de ataque. Até Fred combatia a saída de jogo dos rivais, forçando erros de passe tolos para a equipe que recentemente reeducou o futebol a respeito do tratamento de bola.

    Favoritos diante da seleção da casa em nove entre dez prognósticos, a Espanha de Xavi e Iniesta não conseguiu impor contra Luiz Gustavo e companhia o estilo de supremacia de posse de bola, sem empurrar a ação até a área adversária. Os europeus se irritaram com a incapacidade de estabelecer seu ritmo e ainda foram contidos por faltas estratégicas no nascimento de algumas jogadas.

    O Maracanã enfrentou uma espécie de abalo sísmico esportivo logo no primeiro minuto de jogo, quando Fred conseguiu empurrar para as redes em um lance confuso na área. O atacante finalizou na frente de Casillas, mesmo deitado, e correu para abraçar a galera.

    Com 95 segundos, o gol de Fred vira o segundo mais rápido da história em finais dos torneios da Fifa, atrás apenas da anotação do holandês Neeskens na decisão do Mundial de 1974 (85 segundos).

    Ainda antes do intervalo, em um espaço de quatro minutos, os brasileiros que tiveram o privilégio de viver a decisão dentro do Maracanã vibraram como dois gols, um de verdade e outro “moral”.

    Primeiro, quando David Luiz se atirou numa bola que já tinha passado por Julio Cesar, em definição de Pedro após contra-ataque veloz espanhol. O zagueiro mandou o gol de empate quase certo para escanteio e ouviu o estádio entoar seu nome.

Quase na sequência, Neymar enfim conseguiu o selo para ir de vez ao rol de grandes craques da seleção. O camisa 10 foi acionado na esquerda, passou para Oscar e recebeu de volta. O truque tirou a marcação da frente do ídolo, que fuzilou Casillas em um arremate alto e potente. Um belo cartão de visitas para o país onde exibirá seu jogo em questão de semanas.

O título brasileiro se cristalizou de vez cedo, logo aos 2min do segundo tempo, em uma jogada coletiva brilhante do ataque. Hulk projetou a bola na esquerda, Neymar deixou passar e finalmente Fred bateu colocado para vencer Casillas mais uma vez.

A Espanha parecia ter uma chance de mexer com o jogo aos 9min, quando Marcelo cometeu pênalti infantil em Jesus Navas. Julio Cesar acertou o canto escolhido pelo zagueiro Sergio Ramos, mas não precisou nem esticar a mão, bastou ver a bola sair pela linha de fundo em uma péssima cobrança.

Esta foi a história do jogo mais importante do novo e querido Maracanã. Houve quem reivindicasse a mudança do status de país do futebol, numa viagem pelo Atlântico da América do Sul até a Europa. Fernando Torres, por sua vez, chegou a dizer antes da final que a Espanha era o “Brasil do passado”, em referência aos tempos dourados de Pelé. Mas talvez sua equipe seja apenas uma grande Espanha, campeã mundial, bicampeã europeia, mas que ainda não consegue se impor contra o país mais vencedor dos torneios.

 

Comente
30 de junho de 2013 às 17:27

Itália é o 3º na Copa das Confederações 2013

 Mesmo contando com o apoio da torcida baiana, o Uruguai ficou com o quarto lugar da Copa das Confederações 2013, neste domingo à tarde, debaixo de forte calor, na Arena da Fonte Nova, em Salvador. Depois de ficar duas vezes atrás no placar, a Celeste empatou, por 2 a 2, no tempo normal. Na prorrogação, outro empate, desta vez sem gols. Nos pênaltis, valeu a experiência de Buffon, que defendeu duas cobranças e deixou a disputa em 3 a 2.

O terceiro colocado, a Itália, receberá um prêmio de US$ 500 mil dólares) da FIFA. Este foi apenas o quarto confronto oficial entre os dois times. Em Copas, duas vezes. Em 1970, na fase de grupos, no México, houve empate sem gols. Em 1982, a Itália venceu por 1 a 0. A premiação ocorreu dentro de campo, após a decisão.

Comente
27 de junho de 2013 às 20:19

COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013 -BRASIL

Comente
23 de junho de 2013 às 3:55

BRASIL 4 x 2 ITALIA

 

Salvador, BA, 22 (AFI) – Em um jogo emocionante e de muitos gols nesse sábado, na Arena Fonte nova, o Brasil venceu a Itália por 4 a 2 e garantiu a primeira colocação do Grupo A da Copa das Confederações com 100% de aproveitamento. Dante, Neymar e Fred, duas vezes, marcaram os gols da seleção brasileira. Giaccherini e Chiellini descontaram para os italianos.

 

Comente
19 de junho de 2013 às 18:25

BRAIL 2 x 0 MÉXICO – COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013

Neymar, que fez mais um gol de sem pulo no início do jogo e deu a assistência para o gol de Jô no final, comandou atuação dominante da Seleção Brasileira. Mas esbarrou em finalizações imprecisas e em boas defesas do goleiro Corona. Mesmo assim, o Brasil conquistou seu terceiro triunfo consecutivo, e também o terceiro sem sofrer gols. De quebra, encaminhou a passagem para as semifinais da Copa das Confederações.

Com 6 pontos e na liderança do Grupo A, a Seleção Brasileira só fica de fora da próxima fase com uma improvável combinação de resultados. Ainda nesta quarta, grudará os olhos em Itália x Japão e, apenas em caso de vitória japonesa, não terá a vaga assegurada. Mesmo assim, com cinco gols de saldo positivo, corre poucos riscos. A participação na primeira fase se encerra no sábado, contra a Itália, em Salvador.

BRASIL; Julio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, MArcelo, Luis Gustavo, Paulinho, Oscar (Hernane), Hulk (Lucas), Neymar, Fred ( Jó ).

Mexico ; José Corona, Hiron, Meza Rodrigues, Héctor Moreno, Jorge Torres, Pablo Barreira, Carlos Salcido, Gerardo Torrado, Raúl Jiménez, Gerardo Flores, Hector Herreira, Andres Guardado, Giovani dos Santos, Javier Hernandez.

 

 

 

Comente
16 de junho de 2013 às 22:38

Com Gols de Pirlo e Balotelli A Italia Vence o México

Itália estreou na Copa das Confederações com o pé direito. Neste domingo, no Maracanã, a equipe derrotou o México por 2 a 1 em sua primeira partida pelo Grupo A, contando com gols de Andrea Pirlo e Mario Balotelli, que foram bastante aplaudidos pela torcida carioca. O resultado é fundamental para as pretensões de classificação para os italianos, já que teoricamente disputam o primeiro lugar da chave com o Brasil.

Comente
16 de junho de 2013 às 22:33

A Espanha Domina Uruguai e Confirma Favoritismo em Estreia

Atual campeã mundial e bicampeã europeia, a Espanha teve uma estreia tranquila na Copa das Confederações neste domingo, na Arena Pernambuco, no Recife. Com gols de Pedro e Soldado, o time de Vicente del Bosque dominou amplamente o Uruguai e venceu por 2 a 1 os campeões sul-americanos, confirmando o favoritismo em sua estreia no Grupo B da competição. Suárez descontou para a equipe celeste.

Comente
15 de junho de 2013 às 19:20

Brasil 3 x 0 Japão

Um gol no início de cada tempo para se mostrar concentrada, motivada e afim de justificar os quase 70 mil torcedores que foram ao Estádio Nacional Mané Garrincha, neste sábado, em Brasília. Assim, com um golaço de Neymar, e mais dois de Paulinho e Jô, a Seleção Brasileira abriu caminho com vitória tranquila por 3 a 0, sobre o Japão, na partida inaugural da Copa das Confederações.

Comente
27 de maio de 2013 às 21:32

VEM AÍ A COPA DAS CONFEDERAÇÕES

A Copa das Confederações (português brasileiro) ou Taça das Confederações (português europeu) (Confederations Cup em inglês) é um torneio de futebol organizado pela FIFA entre seleções nacionais a cada quatro anos (a partir de 2005, anteriormente a cada dois anos). Os participantes são os seis campeões continentais mais o país-sede e o campeão mundial, perfazendo um total de oito países.

A primeira edição foi disputada na Arábia Saudita, em 1992 sendo chamada de Copa Rei Fahd. A terceira edição, também na Arábia Saudita, teve seu status incrementado, o número de países participantes aumentado para oito e o nome mudado para Copa das Confederações da FIFA. Em 2001 o torneio foi sediado pela Coréia do Sul e Japão como uma prévia para a Copa do Mundo de 2002, e este precedente foi repetido em Junho de 2005, quando o país-sede da Copa do Mundo de 2006, a Alemanha, sediou a Copa das Confederações 2005. O mesmo ocorre no ano de 2009, em que a sede da Copa das Confederações é a África do Sul, anfitriã da Copa do Mundo de 2010. Isto vale também para o Brasil, anfitrião tanto da Copa das Confederações de 2013 quanto da Copa do Mundo de 2014 e assim por diante.

 

       COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013 –   GRUPO ( A )
    D     H   LOCAL     x  
15/06 16:00 Brasilia Brasil  3×0 Japão
16/06 16:00 Rio de Janeiro México  1×2 Italia
19/06 16:00 Fortaleza Brasil  2×0 México
19/06 16:00 Recife Italia  4×3 Japão
22/06 16:00 Salvador Italia  2X4 Brasil
22/06 16:00 Belo Horizonte Japão  1X2 México
      COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013 – GRUPO ( B )
   D     H   LOCAL      
16/06 19:00 Recife Espanha  2×1 Uruguai
17/06 16:00 Belo Horizonte Taiti  1×6 Nigéria
20/06 16:00 Rio de Janeiro Espanha 10×0 Taiti
20/06 19:00 Salvador Nigéria  1×2 Uruguai
23/06 16:00 Fortaleza Nigéria  0x3 Espanha
23/06 16:00 Recife Uruguai  8×0 Taiti

 

 

Comente